Imagem com Logo e Redes Sociais do Mundo Mar

Vela olímpica: Copa Brasil de Praia 2022 será Arraial do Cabo (RJ)


A Confederação Brasileira de Vela - CBVela em parceria com a Prefeitura da Arraial do Cabo (RJ) confirmam a realização da Copa Brasil de Praia 2022, evento classificatório para os XII Jogos Sul-Americanos de Assunção. A competição continental será disputada no mês de outubro na capital paraguaia, mas a modalidade terá como base a cidade de Encarnación.


As classes convidadas para a competição de praia são Snipe, Hobie Cat 16, Hobie Cat 14, Optmist, Dingue, ILCA 7, ILCA 6 (masculino e feminino) e iQFOil (masculino e feminino). Algumas delas são olímpicas como a ILCA - Laser e as pranchas à vela da iQFOil.


As regatas da Copa Brasil de Vela 2022 serão disputadas na Praia dos Anjos, Ilha de Cabo Frio e Ilha dos Porcos, cartões-postais de Arraial do Cabo (RJ). O evento será formado basicamente com atletas que integram a Vela Jovem, ou seja, velejadores até 23 anos.


A Equipe Técnica da CBVela selecionará os atletas da Equipe Brasileira de Vela Jovem após as regatas. A maior parte integra o Programa de Alto Rendimento - PAR na Marina da Glória liderado pelo gerente técnico Juan Sienra.


''O objetivo da seleção é maximizar o potencial de obtenção de medalhas da Equipe Brasileira de Vela Jovem nos Jogos Sul Americanos de Assunção, bem como o desenvolvimento efetivo do talento e conhecimento da modalidade nos atletas, para os futuros grandes eventos internacionais e os Jogos Olímpicos de Verão, bem como a forma de otimizar o uso dos recursos disponíveis para o Programa de Alto Rendimento - PAR da CBVela'', explicou Juan Sienra.


Em agosto do ano passado, em Fortaleza (CE), foi realizada a primeira edição da Copa Brasil de Vela de Praia. O evento contou com 81 velejadores participantes divididos em 60 barcos em classes como Fórmula Kite Foil e a versão tubular, Dingue, Laser Radial, 4.7 e Standard e Hobie Cat 16. Ao todo, sete estados enviaram representantes, e as regatas tiveram apoio da Federação de Vela e Motor do Estado do Ceará e do Iate Clube de Fortaleza.


''Queremos repetir o sucesso do Ceará, pois foi um evento que reuniu as classes olímpicas e pan-americanas. Criamos uma competição fixa no calendário da CBVela. É uma fórmula interessante que já deu muito certo no passado com o Festival Hollywood. Queremos estimular o esporte junto ao público'', explicou Walter Böddenner, coordenador da vela na Rio 2016.

Aviso de Regatas da Copa Brasil de Vela de Praia: https://bit.ly/CopaBrasilPraia

Link de inscrição: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdRYPgoYN4pkPo8K76aVz_ijwKmVjDa6RxAqFef9ycqnYmY7g/formResponse--

Formação de talentos

A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) e a Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania firmaram uma parceria para apoiar a preparação de todas as equipes brasileiras da modalidade em suas categorias de base.

Sede da Rio 2016 e de outros grandes eventos da vela, a Marina da Glória, na capital fluminense, receberá 30 adolescentes entre 13 e 17 anos, que serão convocados para integrar as seleções para os principais campeonatos como Mundial da Juventude da World Sailing.


O projeto, que entrou em vigor em dezembro de 2021, pretende que os jovens atletas se aperfeiçoarem na modalidade, com o propósito de levá-los ao alto-rendimento, incluindo participações em classes olímpicas e pan-americanas. O valor do investimento é de R$ 582.641,28 e o período de execução é de 13 meses.


A vela é uma das modalidades mais vencedoras do esporte olímpico brasileiro. Soma 19 medalhas nos Jogos, incluindo nove de ouro. O País sempre está entre as potências em Jogos Pan-Americanos, com 63 medalhas ao todo, e conta com diversos campeões mundiais, com mais de 80.


Entre os jovens, ganhou títulos de expressão como o ouro de Martine Grael e Kahena Kunze no Mundial da Juventude de Búzios 2009 na classe 420 e o inédito primeiro lugar na Optimist no ano passado com Alex Kuhl, no Lago de Garda, na Itália.


A CBVela também em 2021 assinou sua filiação na Rede Nacional de Treinamento com objetivo de criar um caminho para o atleta desde a sua entrada na modalidade até chegar ao topo do alto desempenho.


Na vela jovem, as categorias mais praticadas são Optimist, dos 7 aos 15 anos, 420, 29er e Laser. Todas versões 'mais leves' das classes utilizadas nos calendários dos Jogos Olímpicos, por exemplo.


Sobre a CBVela


A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) é a representante oficial da vela esportiva do país nos âmbitos nacional e internacional. É filiada à Federação Internacional de Vela (World Sailing) e ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

A vela é a modalidade com o maior número de medalhas de ouro olímpicas na história do esporte do Brasil: oito. Ao todo, os velejadores brasileiros já conquistaram 19 medalhas em Jogos Olímpicos.