top of page
Blue Ocean Elegant YouTube Channel Art (8).png

Salone Náutico Internacional de Genôva e a importância da preservação do nosso mar.

NAVEGAÇÃO, SUSTENTABILIDADE E NOVAS TECNOLOGIAS: A CADEIA DE FORNECIMENTO DA INDÚSTRIA COM PEGADA CADA VEZ MAIS VERDE.



O Vice-Presidente da EBI e Vice-Presidente da Confindustria Nautica Piero Formenti, o Conselheiro para o Desenvolvimento Econômico da Região da Ligúria Andrea Benveduti abriu oficialmente a mesa redonda, moderada por Michael Verdon, figura conhecida do jornalismo marítimo e editor do Robb Report.


Também estiveram presentes no debate o eurodeputado Brando Benifei, Fabio Planamente – CEO da Cantiere del Pardo SpA, Massimo Pronio – Gestor de Comunicação da Representação em Itália da Comissão Europeia, o eurodeputado Marco Campomenosi e Robert Marx , presidente da EBI.


Os oradores traçaram um panorama completo do Pacto Ecológico Europeu , analisando como a navegação de recreio será capaz de gerir a transição para novas soluções sustentáveis, aumentando a sua competitividade a nível global. Começa assim uma nova colaboração entre o International Boat Show e a EBI, que continuará ao longo dos próximos anos, oferecendo um novo espaço de discussão e comparação sobre o tema.


O relatório da cimeira e workshop realizado nas Nações Unidas sobre os princípios da Carta dos Direitos dos Oceanos - Processo de Génova foi realizado na sala de reuniões da Confindustria Nautica (mezanino do Pavilhão Azul) .


Os palestrantes incluíram o prefeito de Gênova Marco Bucci , o vice-prefeito Pietro Piciocchi, o presidente da corrida Ocean Race Richard Brisius , o representante do Processo de Gênova Antonio Di Natale (com uma mensagem de vídeo) e o Exmo. Isabella Susanna De Martini , Embaixadora de Gênova no Mundo e Consultora Sênior de Relações Internacionais.


Posteriormente, no stand do Slam, área mundial da Vela, foi apresentada a conferência

“Team Genova, uma importante ferramenta de comunicação global” na qual participaram mais uma vez Marco Bucci e Richard Brisius , desta vez juntamente com os velejadores Andrea Pendibene e Claudia Rossi , com em videoconexão Alberto Riva e Cecilia Zorzi, seguida de videointervenção de Francesca Clapcich .


Não menos importante foi a apresentação da Regata 151 – Troféu Cetilar na Eberhard&Co. Theatre, a famosa regata offshore, marcada para 30 de maio de 2024, partindo de Livorno e chegando em Punta Ala. No palco os presidentes dos três clubes organizadores - Roberto Lacorte (Yacht Club Repubblica Marinara di Pisa), Alessandro Masini (Yacht Club Punta Ala) e Gian Luca Conti (Yacht Club Livorno) - o capitão dos 100' Maxi Arca SGR Furio Benussi e o jornalista Carlo Genta da Rádio 24.


“Entre o céu e o mar” é o slogan da edição 2024 da 151 Miglia, que traz muitas novidades, a partir da 151 Winter Series, evento de inverno entre Punta Ala e Livorno/Marina di Pisa, com uma regata de transferência de Punta Ala to Livorno, chamada Moonshine, marcada para 23 de novembro.


O destaque ainda está na navegação com os iatistas italianos da Classe 40 durante a quinta tarde do 63º International Boat Show . Os jovens e empreendedores velejadores Ambrogio Beccaria , Pietro Luciani , Edo Bianchi e, em videoconferência, Andrea Fornaro, Alberto Bona e Alberto Riva discutiram as suas experiências no mar e os novos objectivos que perseguem com determinação e tenacidade. Diante de um público lotado, os campeões italianos contaram como desafiaram os limites da primazia francesa na navegação oceânica, apresentando um projeto inteiramente italiano com espírito da Ligúria. No estaleiro Edo Bianchi, ao comando da San Giorgio Marine, nasceu o novíssimo veleiro de Alberto Riva, irmã gêmea do "Alla Grande - Pirelli" de Ambrogio Beccaria graças ao qual nasceu o projeto , pronto para o importante encontro na Transat Jacque Vabre. É um barco inovador, tecnológico e sustentável.


Pietro Luciani introduziu a mesa de discussão ilustrando a importância que o projeto italiano está tendo no setor náutico: “A Class40 vive um momento muito importante. Os navegadores italianos concentraram-se na Class40 e vimos nascer um projeto inteiramente italiano, que se revela decididamente interessante. Tudo isso aumenta a atenção para a Itália, classe que até ontem só podíamos definir como francesa. Agora, porém, há atenção aos navegadores e à construção italianos. Agora estamos aguardando o quarto exemplar do barco, mal podemos esperar.”.


A bola passou para o CEO da San Giorgio Marine, Edo Bianchi , que ilustrou o nascimento de seu estaleiro: “Este projeto nasceu graças à visão de Ambrogio, que olhou além do projeto padrão francês. Ele acreditou em mim e no meu recém-nascido estaleiro, San Giorgio Marine, onde construímos o primeiro barco. Tudo isso funcionou de forma excepcional, demonstrando a excelência italiana em todos os setores. Na navegação oceânica também há espaço para os italianos, estamos criando juntos um novo futuro e devemos continuar a nos esforçar para continuar crescendo”.


O velejador e idealizador do novo projeto italiano, Ambrogio Beccaria, falou então : “Para a Class40 era questão de tempo, os ingredientes estavam lá. As coisas alinhadas ao mesmo tempo para todos, eu era o fulcro porque só recebia energia positiva das pessoas ao meu lado. Coloquei toda a minha confiança nisso. O trabalho real é deles. A Pirelli foi pioneira, a coragem dos patrocinadores é necessária para projetos tão exigentes para as empresas.”


Eles seguiram os três marinheiros por meio de videoconferência. A bordo da sua Acrobatica, sublinhou Alberto Riva . “Depois da experiência no Class Mini queria algo ainda mais desafiador. Acompanhei de perto o projeto do Ambrogio, um barco que já conhecia e pelo qual é difícil não se apaixonar”.


Também para Andrea Fornaro “Houve circunstâncias temporais importantes que levaram à realização deste projeto. Uma coincidência de profissionais com o mesmo barco. É bom ver que essas possibilidades existem na vela. As empresas também demonstraram coragem e investimento na navegação”.


Por fim, Alberto Bona confirmou “Este é certamente um momento favorável para a Class40. Estou feliz com essa onda italiana e é bom ver que as empresas acreditam nela, precisamos pensar em como não desligar isso. Tenho um enorme respeito pelo que os meninos fizeram."



As salas do mezanino do Pavilhão Azul , no entanto, dão continuidade à programação FORUM23, que começou hoje na Sala Técnica com a conferência “ Eficiência em sistemas de propulsão ” organizada pela ATENA Lombardia , em colaboração com a Confindustria Nautica , para explorar o progresso e as novas tecnologias Pod e waterjet, ideais para reduzir o impacto ambiental, os custos operacionais e melhorar o desempenho dos sistemas de propulsão.


Falarão Davide Grassi da CETENA, Andrea Piccione da Volvo Penta, Franco Fratò da ZF Marine Propulsion Systems, Finn Limset da SeaDrive, Alessandro Varisco da Twin Disc, Giovanni Garziano da Vulkan Italia e Giuseppe Zagaria da RINA.


Depois, na Sala de Inovação , um relatório do Centro do Mar da Universidade de Génova sobre as atividades desenvolvidas no domínio da investigação e doutoramento em Ciências e Tecnologias Marinhas.


Paralelamente, na Sala Fórum, “ Inovação e desempenho na náutica de recreio ”, durante a qual falaram Edoardo Bianchi da Sangiorgiomarine, Luca Santella e Paolo Dessi da Bluegame, Giuseppe Zagaria e Alberto Carmagnani da RINA, Massimo Verme da Gerrys Boat. Davide Cipriani de Futuro e Foiling; moderado por Andrea Venturelli da RINA.


No ultimo dia, amanhã , 26 de setembro de 2023 acontece a CONFERÊNCIA DE IMPRENSA DE ENCERRAMENTOdo 63º GENOA INTERNATIONAL BOAT SHOW no Forum Hall – mezanino do Pavilhão Azul. e também. a Workshop SUSTENTABILIDADE E SERVIÇOS AMBIENTAIS: UM DIÁLOGO CONTÍNUO ENTRE MEIO AMBIENTE, TERRITÓRIO E MAR – (curadoria AMIU Genova) e no teatro EBERHARD & CO o Seminário ITÁLIA DO MAR – A NOVA IDEIA DE TURISMO NÁUTICO – (organizado por Italia dal Mare e AMA srl)


Por: Redação Mundo Mar

Fotos Mundo Mar

bottom of page