top of page
Blue Ocean Elegant YouTube Channel Art (8).png

Regata Refeno - Recife Noronha já conta com mais de 80 barcos



A 33ª Regata Internacional Recife Fernando de Noronha, também conhecida como Refeno, conta com 85 barcos inscritos e mais cinco para serem confirmados.

O limite é de 100 embarcações estipulado pelo ICMBio.


A partida da edição de 2022 será no dia 24 de setembro, do Marco Zero do Recife (PE). Serão 300 milhas náuticas (560 km) até Fernando de Noronha.


São veleiros de 12 estados, mais o Distrito Federal, além de quatro embarcações estrangeiras, sendo um da Espanha (Aliena), um do Uruguai (Loba) e dois da Argentina (Náutico II e Goleta Gringo).


Bahia e São Paulo, ambas com 19 embarcações, são os estados com maior representatividade na 33ª edição. Pernambuco está com 17 embarcações.


O barco de Itajaí será o Gosto D’Água II de Cláudio Copello.


O projeto do velejador radicado na cidade tem o objetivo de visitar 15 cidades e sete estados da costa brasileira em 2022, tendo como destino final o arquipélago Fernando de Noronha (PE).


O atual vencedor e Fita-Azul da Refeno é o pernambucano Patoruzú. O barco ganhou também em 2018 e 2019.


O atual recorde é do Veleiro Adrenalina Pura, da Bahia, que tem como comandante Georg Ehrensperger que conquistou a marca de 14 horas, 34 minutos e 54 segundos em 2007.


O recorde dos monocascos é do veleiro gaúcho Camiranga, comandado por Samuel Albrecht, que em 2017 fez a travessia em 19h03min18.


''Trata-se de um importante evento do calendário náutico nacional e esportivo pernambucano, afinal é a maior regata oceânica da América Latina. Não à toa, as pousadas de Fernando de Noronha atingem seu ápice, igualando-se ao réveillon”, destacou o comodoro do Cabanga Iate Clube de Pernambuco, Delmiro Gouveia.


A Marinha está fazendo as inspeções desde a última segunda-feira (12/09) e vai até o dia 21 de setembro.


As embarcações serão todas verificadas, tanto a parte de documentação, coletes salva-vidas e comunicações, para que tenhamos uma regata tranquila.


''É uma regata que não tem histórico de afundamento e a Marinha apoia todo o ano'', ressaltou o comandante Frederico, da Capitania dos Portos de Pernambuco (CPPE).


Ação social na Refeno


A organização da Regata Internacional Recife Fernando de Noronha (Refeno) já definiu a programação da ação voluntária de Saúde para este ano. Os atendimentos de médicos velejadores voluntários serão realizados no Hospital São Lucas nos dias 27 e 28 de setembro (terça e quarta-feira), das 8h às 12h.


Os comandantes e tripulantes da Refeno que são médicos vão realizar atendimento voluntário no hospital do arquipélago.


Entre as especialidades deste ano estão angiologia e cirurgia vascular, urologia, além de cirurgias ambulatoriais e exame de ultrassom Doppler.


O Cabanga e a Refeno ainda realizam ação social na Creche Bem-me-quer e na Escola Estadual Arquipélago Fernando de Noronha com doações. Os juristas que vão a bordo também realizam ação na Ilha.


Durante uma manhã, na quarta-feira (28/09), eles realizam atendimentos e orientações jurídicas nas suas respectivas áreas na Casa da Cidadania e Justiça, no Arquipélago.


Foto: Tsuey Lan Bizzocchi/Cabanga

bottom of page