top of page
Blue Ocean Elegant YouTube Channel Art (8).png

Primeiras vagas da vela no Pan de 2023 confirmadas




A CBVela - Confederação Brasileira de Vela confirmou neste sábado (3) os primeiros velejadores para a disputa dos Jogos Pan-Americanos de Santiago 2023. As bicampeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze tentarão a segunda medalha de ouro seguida na classe 49erFX nas raias chilenas de Valparaíso.


Outros dois nomes estão convocados para os Jogos Pan-Americanos são os maranhenses Bruno Lobo e Socorro Reis na classe Fórmula Kite. Bruno Lobo foi campeão em Lima 2019 na categoria que estreia no calendário olímpico em Paris 2024.


Por enquanto, o Brasil confirmou vaga do país nas classes iQFoil Masculino, iQFoil Feminino, Formula Kite Masculino, Formula Kite Feminino e 49erFX. Na iQfoil, por exemplo, os nomes dos atletas serão definidos ano que vem, assim como as demais que vierem a ser confirmadas.


''O Brasil terá uma equipe forte e competitiva para ajudar o COB a conquistar seu melhor resultado em Pans. A vela sempre contribui com pódios e muita dedicação'', disse Marco Aurélio de Sá Ribeiro, presidente da CBVela.


As outras classes terão seletivas nacionais nos meses de março, maio e junho. As categorias 49er, Nacra 17 e Lightning serão definidas de 5 a 11 de março de 2023 em Cabo Frio (RJ), na sub-sede do ICRJ.


Já a Copa Brasil de Vela de Praia 2023, também em Cabo Frio (RJ), será de 29 de maio a 04 de junho de 2023 e o campeonato serve como seletiva para as classes: ILCA 7, ILCA 6, Snipe (Misto) e iQFOil (Fem/Masc).


As regatas do Pan de 2023 serão realizadas na Cofradía Náutica Del Pacífico, em Valparaíso. Serão 12 medalhas em jogo nas classes Sunfish, IQFoil, Fórmula Kite, 49erFX, 49er, Snipe, ILCA e Lightning.


''Agora é foco total nos Jogos Pan-Americanos de 2023. Consegui garantir a vaga em casa no mês passado num formato novo de competição, pois qualquer erro pode custar o campeonato. Tenho alguns meses para chegar com tudo no Pan. Vamos intensificar os treinos e chegar no Mundial e depois no Pan pronto para conquistar a vaga olímpica em Paris 2024'', contou Bruno Lobo.


Na edição de Lima 2019, o Brasil foi o campeão do quadro de medalhas na vela com Brasil nove pódios, sendo cinco de ouro, duas de prata e duas de bronze.


Desde Buenos Aires 1951, os velejadores brasileiros também são os maiores vencedores com 39 de ouro, 27 de prata e 19 de bronze, totalizando 85.


Foto: ©Jonne Roriz/COB

Comments


bottom of page