Imagem com Logo e Redes Sociais do Mundo Mar

Os números surpreendentes do mercado dos SuperYachts

De onde são os proprietários dos SuperYachts com mais de 40 metros



A propriedade do SuperYachts sempre foi uma curiosidade de todos, de onde vem? Quem são os proprietários? Ainda mais quando se trata dos SuperYachts com mais de 40 metros.


Através de uma pesquisa realizada pela SuperYacht Times, tivemos acesso a estes números exclusivos e através deles conhecemos as nacionalidades dos proprietários em até 98% dos iates em operação e 78% dos que ainda estão em construção.

Aqui estão algumas descobertas importantes sobre a propriedade de SuperYachts da frota com mais de 40 metros, retirado da última edição do relatório anual de mercado, The State of Yachting 2021.



Os dados são baseados na nacionalidade do proprietário, não no local onde a pessoa mora.


Proprietários dos Estados Unidos têm a maior parte da frota existente e das novas construções. Eles possuem 22,6% dos SuperYachts em uso e a parcela de propriedade de projetos em construção foi aumentando gradualmente nos últimos dez anos. Atualmente, 19% de todos os SuperYachts em construção com mais de 40 metros são destinados também a proprietários dos EUA.


Os proprietários russos vêm em segundo lugar, pois possuem 8,7% dos Superyachts em operação. Enquanto os russos costumavam ser os clientes de construção nova mais importantes, com uma participação de 20% há dez anos, desde então, o que caiu para 14% mas ainda permanece bem significativo.


A Grécia é a terceira nação proprietária com 5,8% dos SuperYachts em operação, seguida de perto por Reino Unido (5,6%) e Itália (5,4%)


A propriedade asiática de SuperYachts está aumentando gradualmente e agora representa 6,7% da frota operacional.



A propriedade de SuperYachts na América Central agora é de 2,2% da frota operacional e continua a aumentar ano após ano, alimentado em particular pelo apetite dos proprietários mexicanos por MegaYachts.


Prevemos que não demorará muito para que o México entre no top ten dos países proprietários de Superyachts maiores de 40 metros.


Proprietários europeus gostam de comprar projetos iniciados por especulação. Entre 2015 e 2019, 40% do Yachts em construção de propriedade de europeus haviam sido iniciados por especulação do estaleiro, em vez de para o cliente, ou seja os estaleiros apostam na construção sabendo que terá demanda.


Agora os proprietários no Oriente Médio têm os maiores Yachts em média, com comprimento maior de 63 metros.



Estas são as 10 maiores nações proprietárias de SuperYachts com mais de 40 metros, mercado que cresce muito em todo o Mundo e infelizmente o Brasil e nossos portos ainda não acordaram para este mercado que só três emprego e Renda para quem os recebe.


Por: Redação Mundo Mar

Dados do The State of Yachting 2021 - SuperYacht Times

Fotos: Mundo Mar