Imagem com Logo e Redes Sociais do Mundo Mar

Mexicano Sérgio Pérez da F1 terá equipe na E1 Series, regatas mundiais de barcos elétricos



A E1 anunciou nesta terça-feira (26) que o piloto de F1 Sérgio Pérez terá uma equipe no Campeonato Mundial E1 Series. O mexicano correrá a temporada inaugural das regatas de barcos 100% elétricos. A nova equipe de Checo Pérez tem o nome de Team Mexico.


Os latino-americanos são um dos 12 times do Campeonato Mundial UIM E1, programado para começar no próximo ano em 2023. O E1 é o primeiro e único campeonato de barcos de corrida totalmente elétrico do mundo sancionado pela Union Internationale Motonautique (UIM), que é o órgão internacional para todas as atividades de barco a motor.


O campeonato terá até 24 pilotos correndo na água em cidades icônicas ao redor do mundo. Os pilotos do E1 navegarão em circuitos apertados e técnicos ao timão da embarcação elétrica RaceBird co-projetada pela SeaBird Technologies e Victory Marine.


''Estou muito animado com a perspectiva de me tornar um novo dono de equipe na E1 e ter um time representando o México no Campeonato Mundial UIM E1. Ouvi muitas histórias positivas sobre o barco e o emocionante produto esportivo que a E1 está tentando criar para os fãs com eventos na cidade'', disse Sérgio Pérez.


''Tenho acompanhado de perto o que Agag tem feito e seus vários campeonatos, e acho louvável o que ele conseguiu com a promoção de formas mais sustentáveis ​​de automobilismo''.


Um dos cofundadores da E1 é o pioneiro da mobilidade elétrica Alejandro Agag, ex-chefe de equipe e proprietário da equipe Barwa Addax na GP2, pela qual Perez correu e terminou como vice-campeão na temporada de 2010 da GP2 Series.


''Eu e Checo continuamos amigos íntimos desde que trabalhamos juntos durante nossos dias na GP2, onde Checo pilotou para minha equipe. De uma forma engraçada, parece que as coisas fecharam um círculo, comigo contratando-o como piloto e agora Sergio entrando em uma equipe própria na E1'', disse Alejandro Agag, co-fundador da E1 Series.


Os organizadores da série continuam a acelerar os preparativos antes da temporada inaugural, programada para começar em 2023.


Nos próximos meses, a E1 se concentrará em finalizar detalhes com possíveis cidades-sede e equipes, além de trabalhar com os engenheiros especialistas da Victory Marine para construir uma frota completa de barcos de corrida elétricos.


Através da combinação de tecnologia de hidrofólio e sistemas de propulsão elétrica, o Campeonato Mundial UIM E1 pretende se tornar um campo de testes para soluções marítimas limpas que serão usadas em futuros barcos elétricos.


As equipes de corrida usarão barcos idênticos pelo menos nas duas primeiras temporadas do campeonato, após o que os regulamentos serão abertos para permitir que as equipes projetem e desenvolvam suas próprias tecnologias elétricas.


Texto: Flávio Perez