top of page
Blue Ocean Elegant YouTube Channel Art (8).png

Brasileiro Robert Scheidt estreia como tático na Copa del Rey



O bicampeão olímpico Robert Scheidt é uma das estrelas da 41ª edição da Copa del Rey Mapfre, um prestigioso evento de vela oceânica realizado em Palma de Maiorca, Espanha.


Atuando como tático no barco Early Bird, da Alemanha, na classe ClubSwan50, Scheidt também lidera o SSL Team Brasil na Gold Cup.


Esta é a primeira vez que o brasileiro, detentor de cinco medalhas olímpicas, compete na Copa del Rey e integra uma tripulação em monotipos de 50 pés.


No entanto, ele já possui amplo conhecimento da baía de Palma de Maiorca, pois competiu diversas vezes na cidade das Ilhas Baleares em campanhas olímpicas anteriores.


O objetivo de Robert Scheidt na Copa del Rey, junto com a equipe do Early Bird, é subir na classificação e lutar por um lugar no pódio da competição, que atualmente é liderada pelo veleiro alemão Hatari.


''É uma grande oportunidade estar aqui em uma regata tão tradicional. É a primeira vez que tenho a chance de participar. Trata-se de uma competição acirrada, e vamos lutar até o fim para alcançar um bom resultado. Todo velejador deseja ter o título da Copa do Rei em seu currículo.''


A Copa del Rey conta com várias classes, incluindo ClubSwan50, uma versão em 42 pés, ORC em quatro divisões, a Mallorca Sotheby’s Women’s Cup e a J70.


''A baía de Palma traz boas lembranças para mim! Conheço bem o regime de ventos daqui e espero velejar bem até o fim da competição'', concluiu Robert Scheidt.


A Seleção Brasileira, também conhecida como SSL Team Brazil, é patrocinada pela Sertrading, uma das principais empresas de comércio exterior do país, e pela Subsea 7 S.A., que oferecem apoio à equipe liderada pelo pentacampeão olímpico Robert Scheidt.


A parceria entre Sertrading e Subsea 7 S.A. com a Seleção Brasileira de Vela foi idealizada por Bruno Prada, companheiro de Robert Scheidt nas medalhas conquistadas em Pequim 2008 e Londres 2012, e atual CEO do barco brasileiro.


A SSL contará com um total de 40 equipes, que competirão em um formato de eliminação direta. O Brasil já está garantido nas oitavas de final, pois se classificou entre os 25 melhores no ranking da SSL até a data limite do corte, em janeiro deste ano.

bottom of page