top of page
Blue Ocean Elegant YouTube Channel Art (8).png

Vela olímpica: Grael e Kunze ficam em quarto no Mundial de 49erFX



As brasileiras Martine Grael e Kahena Kunze encerraram a participação no Campeonato Mundial de 49erFX, em Lanzarote, nas Ilhas Canárias, entre as quatro primeiras colocadas.


Neste domingo (10), as velejadoras bicampeãs olímpicas ficaram muito próximas de um lugar no pódio, depois de uma semana de grande recuperação, e mostraram que seguem entre as melhores do planeta.


Martine e Kahena conquistaram um segundo lugar na última regata da Flotilha Ouro e completaram a medal race em nono. Com isso, somaram 116 pontos perdidos. O título foi confirmado pelas holandesas Odile van Aanholt and Annette Duetz, que tiveram uma semana regular e somaram 63 pontos. As suecas Vilma Bobeck and Rebecca Netzler levaram a prata, com 80, e as italianas Jan Germani and Giorgia Bertuzzi totalizaram 116.


O Campeonato Mundial de 49erFX serviu como uma etapa importante da preparação para o grande objetivo das brasileiras, que são os Jogos Olímpicos de Paris 2024, entre julho e agosto. Ao longo da semana, as atletas saíram de situações difíceis, como a inconstância dos ventos, deram um salto de recuperação após um início desafiador e foram para a reta final em condições reais de alcançar um lugar no pódio.


"Terminamos nossa participação no Mundial de 49erFX no top 4, depois de uma semana intensa e de muitos aprendizados. Estamos contentes com a evolução até aqui, mas com um gostinho de quero mais", afirmou Martine.


Campeãs mundiais em 2014, em Santander, na Espanha, Martine e Kahena estão em Lanzarote desde janeiro, onde fizeram uma preparação de alto nível em busca dos ajustes necessários para tornar o barco cada vez mais competitivo. A vitoriosa parceria também tem na galeria quatro pratas em Mundiais de 49erFX (2013, 2015, 2017 e 2019) e um bronze (2021).


O próximo desafio de Martine e Kahena será o Troféu Princesa Sofia, entre os dias 29 de março e 6 de abril, em Palma de Maiorca, na Espanha.


A terceira campanha olímpica


Martine e Kahena aceitaram o desafio de encarar a terceira campanha olímpica juntas, em busca do tri inédito na vela brasileira, e não se cansam de superar marcas. No ciclo olímpico de Paris 2024, elas lidam com o desafio de se adaptar às mudanças nos equipamentos da classe e se manter no mais alto nível, diante de uma concorrência cada vez mais forte.


Para isso, contam com uma equipe de ponta, composta por referências na vela internacional.  A dupla tem o suporte do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e da Confederação Brasileira de Vela (CBVela) durante toda sua preparação.


Sobre Martine Grael e Kahena Kunze


Uma das parcerias mais vitoriosas da história, Martine e Kahena têm mantido o Brasil no patamar dourado nas últimas décadas. Em busca de se tornarem as primeiras tricampeãs olímpicas da vela entre todas as classes, as atletas contam com o patrocínio de Prada, Energisa, Setrading, Magic Marine e Gottifredi Maffioli além de serem apoiadas pelos programas Bolsa Atleta e Lei de Incentivo ao Esporte (LIE) e CBVela.


Filhas dos icônicos Torben Grael e Cláudio Kunze, respectivamente, Martine e Kahena conquistaram o primeiro título juntas em 2009, o do Mundial Júnior da classe 420. Após quatro anos em rumos distintos, elas retomaram a dupla em 2013 e trilharam um caminho de sucesso, que teve como pontos altos os ouros nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e Tóquio 2020, além do título mundial de 2014, os vice-campeonatos mundiais de 2013, 2015, 2017 e 2019, e a conquista dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019 e Santiago 2023, entre outros.

Komentáře


bottom of page