Imagem com Logo e Redes Sociais do Mundo Mar

Seletiva de Optimist em Florianópolis vale vaga para Mundial



Após um dia de espera, devido aos ventos fracos de quarta-feira, o cenário mudou completamente e nesta quinta (10) Jurerê mostrou ser um dos principais palcos para competições de vela do país.


Com o clássico vento nordeste entre 12 e 15 nós soprando durante toda tarde, os mais de 130 velejadores de todo Brasil iniciaram as disputas da Seletiva de Optimist.


Destaque para o velejador da casa, Davi Neves, que venceu as três regatas realizadas e assumiu a liderança da competição.


Com os três pontos perdidos, o velejador catarinense segue firme em busca de umas das cinco vagas para integrar a equipe brasileira que disputará o Campeonato Mundial, na Turquia.


A competição em Florianópolis apontará todos os classificados para os Campeonatos Mundial, Europeu, Norte-Americano e Sul-Americano. Além das cinco vagas para o Mundial, são quatro vagas para o Europeu, em Sonderborg, na Dinamarca, mais quinze vagas para o Norte-Americano, nas Bahamas, e trinta vagas para o Sul-Americano, no Rio de Janeiro.


Em segundo lugar após as três regatas do dia está a carioca Joana Kubelka, com 6pp, seguida por Zion Brandão, do Rio, em terceiro, Enzo Ricardi, também do Rio, em quarto, e Henrique Tannous, do Veleiros da Ilha (SC), em quinto.


Com dez velejadores na categoria Veteranos, a flotilha do Veleiros da Ilha teve um bom desempenho na estreia. Além de Davi e Henrique, Julio Floriano (20º), Lara Candemil (34º), Melissa Paradeda (35º), Heitor Rangel (43º), Lucca Carbone (47º), Luiza Mateus (85º), Ana Clara Carlin (89º) e Felipe Amado (96º) estão representando o clube.


Na categoria Estreantes, o gaúcho Teodoro Guadagnin venceu as duas regatas do dia e está na liderança da competição. Pedro de Oliveira, do VDS, está em segundo e Uma Creixell, do CJD, em terceiro, ambos do Rio Grande do Sul. Entre os atletas do Iate Clube de Santa Catarina, Gael Gouvea é o 14º, seguido por Barbara Furlin (17º), Helena de Brum (18º), Anna Scampini (19º) e Lucas da Cunha (20º).


Sistema de pontuação para classificação


O sistema de pontuação para classificação dos atletas para as competições internacionais considera os resultados do Campeonato Brasileiro, realizado em janeiro deste ano em Maria Farinha (PE), e da Seletiva de Optimist. Cada competição conta com doze regatas. Somam-se os resultados dos dois eventos e cada velejador descarta o pior resultado em cada uma delas. Desta forma, serão somadas onze regatas do Brasileiro e onze regatas da Seletiva.


A previsão para essa sexta-feira é para uma mudança na direção de vento, mas com consistência para realizar mais três regatas, a partir das 13h. As regatas da Seletiva de Optimist seguem até domingo (13) e poderão ser realizadas, no máximo, quatro no mesmo dia para os Veteranos e duas para os Estreantes.


A Seletiva de Optimist faz parte do Projeto Calendário Náutico 2021/2022- Cidade de Florianópolis – ano 5 – Nº SLIE: 1915566-29 – Processo nº 71000.042677/2019-81, que conta com os patrocínios das empresas Nortox, Engie Energia, Clemar, Cropchem, Casas D´Água, Quantum, Fecoagro e Honda Enjin e e ainda do patrocinador pessoa física Sr. Umberto Gobbato.


Texto: Danilo Caboclo

Foto: Gabriel Heusi