Imagem com Logo e Redes Sociais do Mundo Mar

Parceria para Inovar de forma sustentável com tecnologias inteligentes.

A Enel X e a Fincantieri assinaram uma carta de intenções.



As empresas Italianas Enel X e a Fincantieri assinaram uma carta de intenções para colaborar na construção e gestão de infraestruturas portuárias de nova geração com baixo impacto ambiental e para a eletrificação das atividades de logística onshore.


O acordo, inicialmente dedicado a projetos realizados na Itália, diz respeito à implantação de engomar a frio, essa é a tecnologia para o fornecimento de energia em terra aos navios atracados durante as paradas;

A gestão e otimização das trocas de energia em novas infraestruturas;

Sistemas de armazenamento e produção de eletricidade, também através da utilização de fontes renováveis, e aplicação de células a combustível.


A parceria prevê ainda que as iniciativas implementadas na Itália também possam ser replicadas em outros países no primeiro momento como Espanha, Portugal e Grécia. A carta de intenções pode ser objeto de acordos vinculativos subsequentes que as partes definirão em conformidade com os perfis legais e regulamentares aplicáveis, incluindo aqueles relacionados a transações entre partes relacionadas.

A colaboração entre Enel X e Fincantieri - o grupo Trieste é um dos maiores construtores navais no mundo - darão um novo impulso ao processo de descarbonização e eletrificação do consumo de energia portuária. Na Itália e posteriormente em outros países europeus, as intervenções de engomar a frio afetarão um número crescente de portos e docas. A iniciativa permitirá a criação de uma ampla rede europeia de engomar a frio .

“O transporte marítimo é responsável por uma parcela significativa das emissões de gases de efeito estufa. As emissões do setor chegam a aproximadamente 940 milhões de toneladas de CO2 por ano, o equivalente a aproximadamente 2,5% das emissões globais de gases de efeito estufa. Enel e Fincantieri unem forças para promover a descarbonização do consumo naval no porto - explica Eliano Russo, Chefe da e-Industries, Enel X - 90% dos portos europeus estão localizados em áreas urbanas e a opinião pública em muitas cidades portuárias denuncia a poluição, o ruído e as vibrações produzidos pelos motores dos navios parados no cais. O desenvolvimento da passagem a frio permitirá evitar isso, graças à ligação elétrica dos navios estacionados no cais com o continente. A digitalização, a sustentabilidade e a inovação permitem-nos hoje oferecer tecnologias inteligentes e eficientes para o relançamento do setor portuário e marítimo na Europa ”.

“O desenvolvimento de infra-estruturas inteligentes e integradas e a protecção do território projetariam o sistema portuário em uma nova fase, caracterizada pelos princípios da sustentabilidade - acrescenta Laura Luigia Martini , CEO Consultor de Negócios e Vice-Presidente Executivo de Desenvolvimento de Negócios Corporativos da Fincantieri - Em virtude dos acordos com a Enel X, colocaremos nossa riqueza de habilidades à disposição de um programa altamente inovador para lançar as bases para uma autêntica transição verde e digital. A Economia azul Italiana indo mais além ".


Por: Redação Mundo Mar

Imagem : Divulgação Enel X