Imagem com Logo e Redes Sociais do Mundo Mar

O acordo de cooperação para o desenvolvimento da navegação náutica

Gênova e Veneza assinam acordo de cooperação.

Da esquerda o governador da região da Ligúria, o prefeito de Veneza Luigi Brugnaro, o prefeito de Gênova Marco Bucci.

O Município de Génova e o Município de Veneza assinaram nesta manhã durante o 61º Salão Náutico de Génova um acordo de cooperação para o desenvolvimento da navegação náutica, o documento foi assinado pelo prefeito de Gênova Marco Bucci e pelo prefeito de Veneza Luigi Brugnaro na presença do presidente da Região da Ligúria, Giovanni Toti. O acordo tem como objetivo o "intercâmbio mútuo de informações, experiências, competências e para a realização de um conjunto de ações destinadas à promoção no setor náutico".


Entre as ações previstas estão a partilha de informação e boas práticas entre os dois Municípios e as empresas participadas, a relação entre os sistemas portuários da Ligúria e do Norte do Adriático, também a nível logístico com as travessias da Suíça e do Brenner.

A sinergia desenvolve-se em colaborações para a promoção do papel internacional no domínio náutico das duas cidades também através da participação em projectos comuns em concursos europeus. Está também prevista a apresentação ao Governo de uma estratégia comum de náutica, infra-estruturas e expansão dos mercados nacional e internacional, também no âmbito do financiamento do PNR. Génova e Veneza pretendem desenvolver novos modelos de promoção e desenvolvimento dos dois sistemas urbanos, valorizando o tecido económico local, privilegiando os percursos de regeneração urbana, campanhas de promoção turística, realização de eventos e manifestações sobre os aspectos e tradições típicas da cultura veneziana e Genovês, desenvolvimento de eventos existentes para uma visibilidade internacional cada vez maior, em colaboração com associações do setor. O acordo prevê ainda a constituição de um grupo de trabalho que exprime as estruturas das Administrações signatárias para a fiscalização geral do estado de implementação das acções e a celebração de novos acordos bilaterais entre entidades e empresas. "Hoje - disse o prefeito de Gênova Marco Bucci - é um dia importante para Gênova e Veneza, unidos por um fio azul: o mar. Os passeios de barco terão um papel fundamental no caminho de crescimento de nossas cidades. Duas realidades construídas sobre o mar e que graças ao mar foram e voltarão a ser grandes rainhas. Em um país como a Itália, com mais de 8.000 quilômetros de costa, a náutica é um setor central da economia e deve se tornar cada vez mais. O setor náutico em Gênova envolve 100.000 pessoas e, somente na Ligúria, cerca de 15.000 empresas atuam na Economia Azul. Estou feliz que nesta época de relançamentos tenhamos Veneza ao nosso lado".


Da esquerda o prefeito de Gênova Marco Bucci e o prefeito de Veneza Luigi Brugnaro

"A indústria náutica une Veneza e Génova e o acordo que hoje assinámos abre-se a uma colaboração que vai prestigiar toda a Itália - disse o presidente da Câmara de Veneza Luigi Brugnaro - Depois de tal epidemia, o país não pode deixar de se reunir. Construímos com muita coragem um Boat Show em Veneza, uma boutique que contém as excelências e que quer contar a sustentabilidade ambiental e as inovações do sistema náutico. A nossa cidade vive à beira-mar também graças à sua importante cadeia de abastecimento que vai da indústria à manutenção, passando pelos artesãos e estofadores, e que lhe permite ser um motor da economia e uma oportunidade de criação de novos empregos. Não é apenas um anúncio, mas são realidades que se materializam nas empresas. Esta união entre Génova e Veneza, que sempre existiu ao longo dos séculos, une-nos hoje mais do que nunca. Agora precisamos investir novos recursos e para isso devemos ter a visão de que para relançar todo o país é preciso trazer investimentos para o Sul. Temos que garantir que o Plano de Recuperação aponte muito para o Sul, garantindo um maior serviço nesses territórios, a criação de cais adequados para permitir a atracação de barcos nos 8 mil quilômetros de costa que temos e a construção de uma rede de serviços para a navegação. Quem escolhe os barcos para passar as férias, muitas vezes também quer conhecer o sertão, as especialidades gastronômicas e vínicas, as cidades da arte.

Agradeço ao Presidente da Câmara Bucci por ter aceite este desafio que lançamos com grande paixão porque o barco, além de ser um meio de transporte, é uma filosofia de vida, que deve ser vivida durante todo o ano". “Hoje os prefeitos de duas cidades amigas assinam um memorando de entendimento para aprimorar o mundo da navegação como um todo - declarou o presidente da Região da Ligúria Giovanni Toti - a navegação italiana é a indústria náutica líder no mundo, e a Ligúria é a líder da região no mundo para a produção de barcos. Temos uma capacidade de mercado única: por um lado devemos desenvolver uma capacidade de promoção de produtos à altura, e por outro lado, graças à promoção de produtos, devemos também construir uma rede que mantenha os barcos no nosso território. E isso obviamente afeta não apenas Gênova e Veneza, mas toda a Itália. Hoje a Confindustria voltou, sob a presidência de Saverio Cecchi, a representar a quase totalidade, e espero o mais breve possível a todos, do mundo da produção náutica do nosso país. O Genoa Boat Show foi retomado em grande forma. Este ano também se celebrou o Venice Boat Show, mais um acontecimento de extraordinária importância: tudo isto é uma base sobre a qual podemos e devemos trabalhar para fazer da náutica uma indústria que vai além da produção de embarcações individuais e se integra com o sistema turístico. , com o dos artesanatos de recreio e depois com o das feiras agroalimentares, de promoção e de comércio. Acreditamos que a navegação produz grandes oportunidades para muitas pessoas que ainda precisam encontrar trabalho neste país".


Por: Redação Mundo Mar

Fotos: Divulgação