Imagem com Logo e Redes Sociais do Mundo Mar

O 61º Salão Náutico de Genova tem tudo para ser novamente um grande evento.

Agendado para 16 a 21 de setembro próximo.


Em termos de adesões de expositores nacionais e internacionais, já está esgotado desde o final de junho e os organizadores estão trabalhando incansavelmente para atender às solicitações de empresas que ainda estão na lista de espera, isto mesmo não bastasse esgotar todos os estandes ainda tem lista de espera pois todos querem um espaço neste que é considerado um dos maiores salões náuticos do Mundo.


Esta é apenas uma das muitas notícias reconfortantes que emergiram da conferência de imprensa de apresentação da edição de 2021, que contou com a presença de Giovanni Toti , presidente da Região da Ligúria, o prefeito de Gênova Marco Bucci, o presidente da Autoridade do Sistema Portuário do Mar da Ligúria Ocidental Paolo Emilio Signorini, naturalmente recebido pelo presidente da Associação e da I Saloni Nautici Saverio Cecchi , pela diretora geral da I Saloni Nautici Carla Demaria, pelo diretor geral da Confindustria Nautica Marina Stella e pelo diretor comercial da I Saloni Nautici Alessandro Campagna.

Em uma área de mais de 200 mil metros quadrados com 85% das áreas totalmente ao ar livre, mais de mil barcos e tantas marcas estarão em exposição.

Entre os expositores confirmados estão os principais estaleiros italianos e estrangeiros e muitos retornos bem-vindos.


Então Saverio Cecchi: "Hoje, mais do que nunca, quero testemunhar o quanto acredito no trabalho em equipa: faz parte do meu ADN como desportista e como profissional, e sempre baseei o meu trabalho neste princípio. A reunificação foi a primeira contribuição para o nosso sucesso, que junto com a relação consolidada com as instituições nos permite olhar para a 61ª Mostra Náutica e futuras feiras com a consciência de trabalhar pelo bem de todo o setor.

Por isso, desejo dirigir uma saudação e um agradecimento especial também aqueles que hoje não estão aqui presentes, mas trabalham com êxito em sinergia. Em primeiro lugar aos meus vice-presidentes: juntos nunca deixamos de trabalhar para as nossas empresas, que depois da reunificação já ultrapassam as 600, para o setor, para o nosso Salão Náutico, ao Presidente da Câmara de Comércio de Gênova Luigi Attanasio e ao Presidente do Porto Antigo Mauro Ferrando, a quem me liga uma relação de estima e amizade. Estamos todos remando do mesmo lado e em 2023 teremos o mais belo salão náutico do mundo”.


Entusiasmo também nas palavras do prefeito Marco Bucci: "A relação estreita entre o Salão Náutico e a cidade de Génova continua e está confirmada. Trabalhando assim, lado a lado, poderemos, mais uma vez, oferecer um encontro ao mais alto nível. Estamos orgulhosos, agora mais do que nunca, de voltar a ser a Capital Náutica: será um grande acontecimento para todos, viver muitas coisas do reinício e vivenciar a cultura do mar, parte fundamental da nossa história e uma elemento importante do nosso futuro. A cidade, entretanto, está a trabalhar para se tornar o pólo da náutica de recreio a nível internacional, explorando espaços de crescimento e mudando a cara de algumas áreas, como a Orla".


O tema muito atual do reinício também na intervenção de Giovanni Toti, Presidente da Região: "Tenho a certeza que vai ser um ótimo salão. No ano passado fomos os primeiros a reabrir e este ano será ainda mais importante porque será o espectáculo do recomeço, visto que caminhamos para +5 do PIB e nos próximos 16 meses recuperaremos o prejuízo devido para a pandemia. Precisamos ir em frente e estimular o crescimento do nosso país. Agora, mais do que nunca, é importante impulsionar a economia voltando ao trabalho sem maiores interrupções. Confirmamo-nos como um dos países mais vanguardistas do setor náutico e a Ligúria está entre os grandes protagonistas, também pelo fato de terem sido os primeiros a reabrir estaleiros num momento difícil para o país”.



Paolo Emilio Signorini O presidente da Autoridade do Sistema Portuário do Mar da Ligúria Ocidental, por outro lado, comentou o seguinte: "Este ano os expositores da Feira verão um importante diferencial paisagístico. Os trabalhos para a nova exposição tornarão a área expositiva cada vez mais competitiva no Mediterrâneo. Para tornar a acessibilidade ao Show mais aproveitável, haverá mais estacionamentos - 800 no total - e uma passarela, que chegará mais tarde e é um projeto mais complexo. Um objetivo importante é o porto de emissão zero: estamos eletrificando todas as atividades náuticas com energia fotovoltaica e isso terá um efeito positivo".


As intervenções das duas Senhoras da navegação italiana, Carla Demaria, de I Saloni Nautici e Marina Stella também foram pontuais, gerente geral da Confindustria Nautica.



Carla Demaria: "Estamos otimistas quanto ao futuro do Salone. Esta edição vai voltar a ser diferente das anteriores, porque o Salone se adapta ao contexto e reage aproveitando oportunidades em momentos favoráveis e otimizando custos e recursos nos menos favoráveis. Em seus 60 anos de história, o Salone mostrou uma sólida resiliência, especialmente quando teve que enfrentar situações extraordinárias e extremamente complexas como o colapso da Ponte Morandi e a pandemia. O desempenho da última edição, único evento do setor organizado na Europa, conferiu ao Salão uma elevada reputação e posicionamento a nível internacional. Este elemento, juntamente com um excelente mercado, para o impressionante projeto à beira-mar de Renzo Piano, que mudará o paradigma de organização da Mostra e num horizonte de dez anos graças ao acordo com as instituições assinado no ano passado, permitirá a esta 61ª edição e, sobretudo as que se seguirem, conquistar a liderança mundial na panorama de eventos do setor".


Assim, Marina Stella: "As ferramentas de internacionalização postas em prática pretendem confirmar o Salone na sua função anticíclica de promoção, como pôde demonstrar na difícil edição de 2020, o ano da pandemia. 2021 vê 70% das empresas com uma tendência de crescimento de 10% - 20%, 24% destas prevêem um aumento de 10% no volume de negócios e apenas 3% uma diminuição. O Made in Italy é o motor da recuperação: compartilhamos um plano com a ICE Agenzia, por meio do Plano de Promoção do Made in Italy do Ministério de Relações Exteriores e Cooperação Internacional, para apoiar a internacionalização de nossas empresas, e com o SIMEST, que apoiará as empresas através da ativação de instrumentos de financiamento, incluindo fundos não reembolsáveis, para a participação no Show".


Alessandro Campagna, Diretor Comercial I Saloni Nautici: "A 61ª Mostra Náutica não perderá espaço, aliás, com as obras da nova Orla teremos um cais, no centro da Mostra, que garantirá novos espaços e grande público. Em terra aumentamos assim os espaços em + 14%, a conclusão do novo cais aumentará a superfície na água em 19%. Teremos 200 mil metros quadrados, 85% deles ao ar livre, com capacidade para receber 1.000 barcos representados por quase 1.000 marcas".



A 61ª edição do Salone Nautico vai beneficiar da experiência adquirida em 2020 com a aprovação do protocolo de saúde pela Comissão Técnica Científica Nacional , que permitiu a 60ª edição ser presencial e em segurança e que será integrada pela disposições legais recentes que fornecem o Passe Verde para acesso a feiras comerciais. A venda de bilhetes de entrada já começou no site salonenautico.com, onde será possível reservar uma série de serviços adicionais incluindo estacionamento.


No plano internacional, foi lançada a campanha de comunicação do Salone Nautico, inserida no Plano de Promoção do Made in Italy do Ministério das Relações Exteriores e Cooperação Internacionale operacionalizado pela ICE Agenzia, no apoio à internacionalização de negócios. As atividades de promoção do Made in Italy incluem, para além da presença nas revistas estrangeiras mais qualificadas do setor, um plano de comunicação digital dirigido a países estratégicos e o projeto de entrada que a cada ano traz a Génova os operadores mais importantes do setor, jornalistas compradores estrangeiros e internacionais. Os parceiros institucionais do 61º Boat Show são o Ministério do Desenvolvimento Economico, ICE-AGENCY, a Região da Ligúria, o Município de Génova, a Câmara de Comércio de Génova.


* Equipe de Jornalista do Salone Nautico e Equipe Mundo Mar no Salão 2019



Por: Redação Mundo Mar

Fotos: Mundo Mar