Imagem com Logo e Redes Sociais do Mundo Mar

Ilhabela reúne parte da equipe brasileira na SSL Gold Cup



Cinco velejadores do SSL Team na Gold Cup 2022 disputam as regatas da Semana de Ilhabela (SP), competição de vela oceânica que ocorre até o próximo sábado (30).


O comandante Robert Scheidt está a bordo do Caballo Loco na classe C30 ao lado do companheiro de seleção Juninho de Jesus. A equipe lidera provisoriamente o campeonato na categoria.


A também bicampeã Martine Grael corre no Danadão, um barco 100% feminino na competição. Os outros dois são Henrique Haddad, no HPE25 Cabron, e Alfredo Rovere, no Argos, ao lado dos medalhistas olímpicos Lars Grael e Clínio de Freitas.


O grupo inteiro se juntará a partir do dia 8 em Grandson, na Suíça, para um período de treinamentos com o mesmo barco que será usado nas regatas de 28 de outubro a 20 de novembro na cidade de Manama, no Bahrein. O SSL Team Brasil terá também Henry Boening, Mário Trindade, Kahena Kunze, Gabriel Borges e Joca Signorini.


''Já estamos nas oitavas desse evento inovador, que vai medir a força das equipes com barcos iguais. Ser capitão dessa equipe é um honra muito grande'', contou Robert Scheidt, dono de cinco medalhas olímpicas.


Os treinos serão a bordo do SSL 47, um veleiro de alto-desempenho de 14 metros, entregue pela organização aos times. O Brasil está confirmado já na fase de mata-mata da nova competição da chamada Copa do Mundo da Vela.


''Estou bem animada para fazer o primeiro treino deste ano. Faz um tempo que a gente não veleja todo mundo junto. Temos um time bem legal e queremos chegar às finais bem preparados'', disse Martine Grael. ''Queremos treinar mais as situações de regatas e táticas nos treinos da Suíça. O primeiro foi mais para adaptação ao barco.


Na primeira vez que tiveram contato com o barco, o grupo ficou com o vice-campeonato do evento-teste, também em Grandson, na Suíça. Além do chamado Brazilian Storm, apelido dado à equipe brasileira, a SSL Gold Cup terá os melhores velejadores do mundo como Ian Williams e Sir Ben Ainslie (SSL Team GBR), Tom Slingsby (SSL Team Austrália), Anne-Marie Rindom (Dinamarca), Xavier Rohart (SSL Team France), Taylor Canfield (SSL Team United States) e outros mais.


''Vamos buscar nos treinos evolução e entrosamento para chegar em novembro com a equipe mais afiada possível'', explicou o proeiro Alfredo Rovere direto de Ilhabela (SP).


Diferentemente do que ocorre nos Jogos Olímpicos, em que a medal race (regata da medalha) premia o barco mais regular levando em conta os resultados das regatas anteriores, vencerá a SSL Gold Cup a equipe que correr mais rápido na hora da decisão. Os países serão eliminados fase a fase até a Grande Final, com apenas quatro seleções. O troféu será organizado a cada quatro anos pela Sailing Athletes Foundation (SAF).


Resultados da Semana de Ilhabela -- https://sivilhabela.com.br/resultados/

O SSL Team Brazil

1 – Alfredo Rovere – proa

2 – Martine Grael – estratégia & grinder

3 – Henry Boening Maguila – grinder

4 – Kahena Kunze – segundo trimmer e grinder

6 – Juninho de Jesus – pit & runners

7 – Gabriel Borges – trimmer & jib/gennaker

8 – Mário Trindade: trimmer & grande/trav

9 – Joca Signorini – tática e grinder

10 – Robert Scheidt – timoneiro

20 – Henrique Haddad (Giga) – tripulante, coach e observador.

CEO: Bruno Prada


Confira o ranking completo em https://www.starsailors.com/ranking.