Imagem com Logo e Redes Sociais do Mundo Mar

Emirates Team New Zealand tentará recorde mundial de velocidade


O Emirates Team New Zeland anunciou uma nova campanha na vela oceânica.

Atual detentor da America's Cup, o time da Oceania iniciaram um projeto para quebrar o recorde de velocidade a vela em terra.


Com Glenn Ashby como comandante, a equipe kiwi quer superar a marca de 202.9km/h (109,5 nós) quebrada em 2009 pelo Green Bird projetado pelo inglês Richard Jenkins.

Para chegar ao resultado, o ETNZ usa o talento de design, engenharia e construção dos AC75, veleiro da última Copa América.


Glenn Ashby, um apaixonado por velocidade, tem três ACs, uma Medalha de Prata Olímpica e 17 Campeonatos Mundiais em 4 classes diferentes de barco.


"Nunca passei tanto tempo no computador como no ano passado", explicou Ashby.

"Basicamente, a partir do ponto em que Dalts (Grand dalton) disse 'vamos dar uma olhada' após o término do AC36, todos nós fomos. O primeiro trabalho foi um estudo de viabilidade aprofundado de duas semanas para garantir um entendimento global suficiente de que isso era algo isso poderia ser feito de maneira positiva para a ETNZ e não afetaria a equipe e seus objetivos da Copa América financeiramente ou em termos de recursos."


O tempo todo foi usado na janela de oportunidade que existia com a usual pausa nas atividades do AC durante a transição da 36ª para a 37ª Copa América.

A tentativa de recorde de velocidade tem sido um ponto comum de discussão por vários anos entre Ashby e o CEO da ETNZ, Grant Dalton, que tem um interesse de longa data em tal recorde.


"O recorde de velocidade em terra movida a energia eólica é algo que sempre me interessou, então ao trazer um desafio de design como esse para a ETNZ eu sabia que seria benéfico em várias frentes manter os técnicos e inovadores da organização engajados durante um tempo de inatividade com problemas técnicos novos e complexos para resolver com um projeto legal." disse Grand Dalton.


Desde então, o grupo principal de Guillaume Verdier, Romaric Neyhousser, Benjamin Muyul, Jeremy Palmer, Romain Gard, Tim Meldrum, Sean Regan, Adrian Robb, Jarrod Hammond e Dave French vem trabalhando nos novos desafios de design e engenharia inteiramente focados em superar o Recorde Mundial de Velocidade Eólica em Terra de 202,9 km/h (126,1 m/h ou 109,5 kts) que foi estabelecido em 2009 por Richard Jenkins no Greenbird.


Ashby prestou homenagem a Richard Jenkins, cujo recorde ele está tentando conquistar. ''Ao fazer nossa pesquisa e cavar cada vez mais fundo nas complexidades dos desafios de design, ficou muito aparente que Richard realmente fez um trabalho incrível com seu design de recorde mundial”. disse Ashby.


"Como equipe, exploramos algumas ideias conceituais bastante criativas e inovadoras na busca por mais velocidade, mas no final nossos princípios de design e desempenho evoluíram para um conceito razoavelmente semelhante em layout básico ao recordista existente, o que realmente nos enfatizou o que será um grande desafio."