Imagem com Logo e Redes Sociais do Mundo Mar

Beto Pandiani lança nova Rota Polar no Rio Pinheiros



O velejador Beto Pandiani lançou nesta semana em uma ação inusitada em São Paulo (SP) sua nova expedição.


A Rota Polar foi anunciada em um passeio de veleiro no Rio Pinheiros, que corta a capital paulista. O rio é um dos mais poluídos da Grande São Paulo e vem sendo revitalizado.

O objetivo do projeto Rota Polar é discutir as mudanças climáticas e seus impactos socioambientais.


A viagem está programada para começar no final de maio de 2022 saindo do Alasca.

Nesta oitava travessia, o velejador Beto Pandiani retoma a parceria com o francês Igor Bely, que esteve presente em outras suas duas travessias: Oceano Pacífico e Atlântico.


''O nosso objetivo além de mostrar que é possível navegar pela passagem nos verões, é produzir um documentário, artigos e um livro sobre o impacto ambiental, social, econômico e cultural do rápido desgelo do Ártico'', disse Beto Pandiani.


Foram ao todo sete expedições do velejador Beto Pandiani, que soma mais de 80 mil km em travessias oceânicas.


De diferente das anteriores, o catamaran terá como complemento um sistema de pedal a fim de criar outra forma de propulsão além do vento para ultrapassar o gelo.


''Pela minha experiência, em viagem anterior, sei que nos mares do Ártico teremos pouco vento por muitos dias''.


''Uma vez liberado, o próximo desafio será cruzar para o Atlântico Norte, próximo a Groenlândia por águas abertas, onde termina esta etapa da viagem e começa a edição do material que, acredito, pode auxiliar na educação e concretização das mudanças pela sociedade e na urgente busca por alternativas sustentáveis para a nossa sobrevivência'', disse Beto Pandiani sobre o Projeto Rota Polar.


O Rota Polar terá a produção de um documentário, elaboração de artigos e publicação de um livro que retratarão o impacto ambiental, social, econômico e cultural do rápido desgelo do Ártico.


Além das imagens captadas durante toda a travessia, que deve durar até setembro de 2022, o material produzido trará entrevistas com cientistas ligados a pesquisas no Hemisfério Norte como biólogos, meteorologistas, glaciologistas e historiadores.


A produção do material é assinada pela Tocha Filmes e integram a equipe de filmagem os fotógrafos e documentaristas Alexandre Socci e Alberto Andrich.


O Rota Polar tem o patrocínio da Sabesp e apoios de Ânima Educação, Yuny Incorporadora e VITA Digital DNA. Os colaboradores são EMAE, CI&T, Na Veia, Reebok, Salvatore, Sea Shepherd, BL3 e Farah Service.


Foto: Alexandre Socci